sexta-feira, 26 de maio de 2017

Tradução - Donkey Kong Country 2 - Diddy's Kong Quest


Donkey Kong Country 2 é considerado por muitos como o melhor jogo do Super Nintendo, confira a análise feita no blog e tire suas conclusões, vez que esta postagem é dedicada ao lançamento da tradução.

Uma equipe de romhackers (denim : Romhacking; Solid One : Tradução, gráficos; Magalícia : Revisão; Spyblack : Gráficos; Killer : Gráficos; Sliter : Gráficos; bMatSantos : Gráficos) lançou uma tradução primorosa do jogo, com atenção aos mínimos detalhes, ou seja, além da tradução dos textos presentes no jogo, os gráficos também foram traduzidos, inclusive a tela de título.

Tela de título e menu completamente traduzidos.
Nomes das fases e diálogos traduzidos.
Faça um rolê pelos mundos e não se esqueça de salvar.
Gráficos traduzidos (Barril). Só faltou perguntar quem quer dinheiro.
Atenção aos detalhes (Caixa, Pedágio e Óleo).
Assim como a tela de título, a tela de Game Over recebeu a mesma atenção.
Está pronto para alcançar o primeiro lugar?

Pelas imagens acima é possível perceber a dedicação dos envolvidos neste projeto, fazendo com que com jogo recebesse uma tradução à altura da sua qualidade.

A rom funciona em todos os emuladores, com exceção do Zsnes. Também fiz o teste em dois flashcards (Super Everdrive e SD2SNES) e o jogo funcionou em ambos.

Download (rom traduzida): Clique Aqui!

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Bahamut Lagoon

Gênero: Rpg
Ano: 1996
Fabricante: Square

Um clássico não tão conhecido
Bahamut Lagoon foi lançado pela SquareSoft em 1996, quando SNES já estava no final de seu ciclo e apesar de nunca ter sido lançado de maneira oficial no ocidente, é possível encontrar versões traduzidas não oficialmente.

RPG+Estratégia
Bahamut Lagoon é um RPG de estratégia, você move suas equipes(é possível ter até seis, com quatro personagens cada) pelo cenário(as equipes são representadas no cenário pelo primeiro membro da mesma) e cada equipe tem um dragão(que também é uma “peça no tabuleiro”) como se fossem peças em um tabuleiro e você pode tanto atacar a distância, com magias, ou você pode aproximar-se do inimigo e enfrenta-lo em batalhas de turnos.
Gráficos
Graficamente, Bahamut Lagoon é um jogo acima da média, apesar das sprites simples durante boa parte do jogo, mudando apenas nas batalhas de turnos, onde sprites maiores e mais detalhadas são usadas, com destaque especial para os inimigos extremamente bem feitos.
As magias são um verdadeiro espetáculo, e estão (na humilde opinião de quem vos escreve) entre as mais belas da geração 16bit.
Uma mostra de como é uma batalha, nesse plano, os personagens são movimentados como "peões num tabuleiro de xadrez"

Som
Simplesmente maravilhoso, soberbo!
História(pode conter spoilers)
A história desenrola-se num mundo aéreo chamado Orelus. Começa num prólogo, um mundo a ser consumido pela guerra e os céus tornando-se na cor roxa da tristeza após a queda do Reino de Kahna. O Reino de Kahna é conquistado pelo Império Granbelos, encabeçado pelo Imperador Sauzer, raptando a Princesa Yoyo e forçando os defensores do reino a baterem em retirada. Depois do prólogo, a guerra horrível chega ao fim com a vitória do Império Granbelos sobre todas as lagunas de Orelus. O Capítulo 1 começa com a aliança rebelde chamada de A Resistência, comandada por Byuu(capitão do Kahna Dragon Squad, um grupo de domadores de dragões), com o apoio do antigo capitão da Guarda Real de Kahna, Matelite, e Sendak, mágico e sábio de Kahna, a ser criada com a ajuda de muitos outros heróis de vários reinos (Lagunas) também conquistados pelo império, em especial o grande guerreiro Taicho do reino de Mahal e os seus aliados.

Considerações finais
O fato de ter sido lançado apenas no Japão e no final da geração 16bit, fazem de Bahamut Lagoon um jogo não tão conhecido, mas nem por isso deixa de ser um verdadeiro clássico!

Crédito Review: Gabriel

Download (rom traduzida em inglês): Clique Aqui!

domingo, 14 de maio de 2017

Acme Animation Factory

 Gênero: Simulador
Ano: 1994
Fabricante: Probe Software/Sunsoft

Fábrica de animação Acme
Acme Animation Factory é um jogo desenvolvido pela Probe Software e publicado pela Sunsoft. Lançado em 1994 para Super Nintendo, o game traz vários programas para a criação de trabalhos com desenho, música e animação, trazendo em conjunto com esses programas o universo dos Looney Tunes. Este game oferece suporte ao SNES Mouse.

Aspectos gerais
Como dito anteriormente, este jogo possui o universo dos Looney Tunes presente, não apenas no que se refere ao visual do game, mas também em relação aos programas presentes, pois em alguns deles é possível interagir com os personagens, seja colorindo-os ou lhes dando animação. Uma característica interessante é a possibilidade de o jogador salvar seus trabalhos e acessá-los posteriormente.

Programa de desenho
Esse programa lembra muito o Microsoft Paint, que acompanha o Windows há um bom tempo; com essa ferramenta é possível desenhar livremente, tendo o jogador à sua inteira disposição uma série de ferramentas que aumentam o leque de possibilidades do programa em questão.
Programa de animação
Com esse programa é possível criar animações de forma relativamente simples, pois ela oferece ao jogador uma série de ferramentas e opções, como o controle da velocidade da animação quadro a quadro, posição do personagem, inserção do mesmo em um cenário, modificações do objeto da animação, dentre outros aspectos.
Composição musical
Com esse programa o jogador pode compor músicas livremente, tendo à sua completa disposição uma série de instrumentos e uma partitura, na qual poderá fazer o arranjo das notas e dos instrumentos livremente, podendo compor do jeito que achar melhor, havendo também a possibilidade de alterar o tempo da música, sua velocidade de execução, se será tocada em looping, dentre outros fatores.
Mini-jogo
Há em Acme Animation Factory um jogo da memória bastante simples, mas bem divertido, no qual não basta juntar os pares, mas fazer isso dentro de um tempo pré-estabelecido e tendo de evitar as caixas vazias, se o jogador acabar escolhendo três caixas vazias no decorrer da partida, ele perde a mesma; a adição desses elementos ao jogo da memória foram interessantes, pois impediram que esse mini-jogo se tornasse algo totalmente monótono e simplório.
Considerações finais
Acme Animation Factory é um game bastante interessante, pois dá ao jogador uma série de ferramentas de desenho, composição musical e animação, mas de formas diferentes das vistas em Mario Paint, o que dá ao jogo um estilo bastante peculiar; em suma, esse game é, sem dúvida, um dos melhores produtos da companhia Acme! 


Créditos Review: Gabriel

Download: Clique Aqui!

Top Gear Classics Edition

 Gênero: Corrida
Ano: 2017
Fabricante: Kemco
Hacked: Silas.Design
 

O romhacker brasileiro, Silas, em comemoração ao 25º aniversário do Super Nintendo e como forma de homenageá-lo, decidiu trabalhar em um pequeno projeto pessoal, no qual consistiu em remodelar os carros do clássico jogo de corrida Top Gear.

Representando a América do Sul, no lugar do clássico carro vermelho, foi substituído pelo Opala 1976:

Já o continente asiático teve o clássico carro branco trocado pela Corolla Trueno, imortalizado pelo famoso mangá e anime Initial D:

O terceiro carro substituído, no lugar do vermelho, representando a América do Norte, foi o Camaro RS 1967:

E por fim, o carro roxo foi substituído pela Lamborghini Miura, representando a Europa:

As modificações no jogo se restringiram às substituições dos veículos, portanto, o restante do jogo continua igual, como pistas, músicas e cenários. Além disso, as alterações nos veículos somente são percebidas durantes as corridas, ou seja, na seleção dos carros ainda aparecerão as imagens dos veículos originais, sem qualquer modificação.

De qualquer forma, o hack é bem feito no que promete, possibilitando a jogatina com veículos diferentes dos originais, o que é motivo suficiente para passar algumas horas se divertindo.

Download: Clique Aqui!

domingo, 30 de abril de 2017

Jelly Boy 2

Gênero: Aventura
Ano: N/A
Fabricante: Sony
 

Jelly Boy 2 não chegou a ser oficialmente lançado, como sabido, em 1994, a relação da Sony e da Nintendo não era das melhores. A Nintendo abandonou a parceria da Sony em favor da Philips para desenvolver o SNES CD. Como resultado, a Sony decidiu fazer o seu próprio console, o PlayStation, que foi lançado no final de 1994.

Provavelmente, essa relação conturbada entre as empresas conspirou para o cancelamento de Jelly Boy 2. Felizmente, um protótipo do jogo foi vazado em estado avançado de desenvolvimento foi lançado, possibilitando aos jogadores a chance de jogá-lo.
O jogo é no estilo clássico de plataforma. A história trata-se basicamente de um feiticeiro que transforma o personagem principal, Marine, em uma criatura de geleia, bem como os seus quatro amigos e seu cão. Então, Marine e seu amigos partem em aventura para desfazer o feitiço.
Cada fase tem cinco níveis. No início, você pode escolher entre cinco fases diferentes para salvar todos os seus amigos, então você ganha acesso a três outras fases secretas com uma dificuldade consideravelmente elevada., sendo necessário passar destas fases para ver o final verdadeiro.
Assim como em todo jogo de plataforma, o personagem, corre, pula sobre os inimigos, escala paredes. Os gráficos são bem coloridos e bem desenhados, bem ao estilo dos jogos da época. Os controles não são perfeitos, particularmente quando nadando ou tentando descer paredes verticais, talvez tal aspecto tivesse sido ajustado em uma versão final. A trilha sonora não é memorável, mas cumpre o seu papel, animando a jogatina.
No geral, Jelly Boy 2 é um ótimo jogo de plataforma para o SNES, foi realmente um pena ele nunca ter sido lançado. É um jogo que garantes algumas horas de diversão, com uma série de segredos para encontrar. Recomendo que dê uma chance para o jogo.


Download: Clique Aqui!